terça-feira, 22 de julho de 2008

O PELICANO



Deus segurou o sol enquanto soprava esta esfera nossa, árida e errante, a multicoloriu com o verde das matas, o azul dos mares e dos céus, o branco das nuvens, o marrom do barro, o amarelo, o vermelho e o cinza das rochas. Segurou a lua, fazendo as ondas, as praias e os sonhos dos poetas. Criou as placas tectônicas para que a terra aflorasse em montanhas e cordilheiras, nascedouros de rios caudalosos após chorar a neve. Desenvolveu um núcleo quente feito o coração da gente e que mantém a temperatura do sistema com vulcões e gêiseres.

Somos gêmeos: vegetais, minerais e animais e vagamos pelo espaço á mesma velocidade, sabe Deus para onde... Em meio a tamanha exuberância, surgimos nós, os homens, blasfemamente tidos como a imagem e semelhança divina.

Deus é o criador, mas nós somos os criadores de casos, os destruidores, raramente solidários, frequentemente pragmáticos e quase sempre falsos e interesseiros. Desenvolvemos a mentira para atrair a amada quando perdemos a cauda do pavão (ou nunca a tivemos!) Estamos cada vez mais desmembrados, como filhotes de cobra: rastejando logo para longe, sem nem mamar, antes que seja tarde demais, cada um por si, em fuga com sua cota de veneno, fazendo do abraço instrumento de sufocação e morte.

Se existe mesmo a possibilidade de novas vidas, peço encarecidamente ao criador delas que na próxima seja eu um pelicano, símbolo da caridade e da paixão de Cristo. Em tempos de escassez, antes que as lágrimas me devorem, bicarei meu peito em nacos grandes e suculentos e alimentarei meus amores.

Pois é, bem disse Lya Luft. “O contrário do amor não é o desamor. É a indiferença”. Bom é dormir em paz, sossegado por não dar as costas a quem precisa. Não devemos priorizar o que é prioridade para o homem, mas o que é relevante para Deus. Lembre-se, “todos podem dominar a tristeza, exceto quem a possui” ( Shakespeare)

Crato (Ce), 22 de maio de 2008.
Dr. João Marni de Figueiredo

Um comentário:

Monalissa Figueirêdo disse...

Vizinha!!!!
Quanta coisa linda esse blog!!!!
Li quase todas e as compartilhei com minha mãe...demos boas risadas e nos emocionamos com muitas palavras ali descritas...
Parabéns ao seu pai...
parabéns a vocês que têm o privilégio de trazerem dentro de si um pedacinho de alguém tão especial.
Parabéns a Fátima que soube escolher e ser escolhida por aquele com quem formaria sua família e viveria o resto da sua vida...
Que seu pai continue assim, sendo abençoado pelo dom de pensar e expressar sentimento, principalmente, o da gratidão a Deus por tudo que Ele o concedeu.
Que Deus abençoe toda a sua família!
A palavra de Deus tem uma promessa muito linda em provérbios,aliás, é o primeiro mandamento com promessa: "honra teu pai e tua mãe para que se prolonguem os teus dias sobre a terra".
Vejo que Dr. João Marni terá vida longa e vc. também.
Um grande beijo da sua emocionada vizinha...
Karina